27.03.07
Pois é, para quem anda um bocadinho alheado da realidade televisiva deste país (tipo eu), a história dos "Grandes Portugueses de Sempre" passou-nos completamente ao lado. Acho que esta votação pode ser colocada ao lado de outra como a das "Novas Sete Maravilhas do Mundo" (ou a sua parente pobre, as "Sete Maravilhas Portuguesas" - mas porque diabos tinhamos nós de ter tal coisa? Dor de cotovelo pelo facto de não termos lá nenhuma? Ou mais uma maneira da TVI andar a achincalhar a sociedade portuguesa e roubar audiências à RTP?) - perfeitamente inúteis. Nem sei quais foram eleitas as maravilhas de cá, e muito sinceramente não me interessa. Mas enfim, não era disso que eu queria falar.
O que eu queria escalpelizar a talho de foice (atenção que a "foice" aqui é aquele objecto que serve para ceifar as searas! Não confundir com o objecto de propaganda comunista - nunca fiando, antes que me comecem a chamar faccioso, e tal...) era o facto de, de tantos nomes que foram abordados, ter ganho exactamente o homem que durante mais de quatro décadas fez de Portugal o seu feudo privado, e talvez o homem que mais dor causou aos portugueses (pelo menos aos que trabalhavam...). Mas, apesar de ser deveras surpreendente, e etc. e tal, também não era precisamente isto que eu queria realçar.
Vamos lá a fazer contas simples. Salazar era um ditador, certo? Certo.
Salazar foi eleito como o melhor português de todos os tempos, certo? Certo.
Bom, então agora vamos olhar um bocadinho para a nossa vizinhança.
- Na Espanha, não são grandes fãs do Franco (corrijam-me se estiver errado);
- Na Itália, o Mussolini, depois de ser preso pelos Aliados e salvo pelos Alemães, criou uma república em Salo, no norte de Itália, que foi sempre impopular até ao dia em que os Aliados puseram fim definitivo às aspirações do Duce;
- Na Alemanha, a comunidade em geral vive com vergonha do que esse grande maroto do Hitler andou a fazer (como em tudo, há excepções - por isso falei em "comunidade em geral").
Mas...
E se passássemos a agora fictícia linha que separa o Ocidente do Leste e avaliássemos o que por lá houve?
- Na ex-Jugoslávia idolatrava-se (e ainda hoje) Josip Broz, ou Tito, e muitos acreditam que toda a carnificina que ocorreu na década de 90 aconteceu porque o marechal já tinha morrido;
- Na ex-URSS tinha-se por hábito fazer estátuas aos grandes líderes da Santa Mãe Rússia, nomeadamente Lenine e Estaline;
- Na China veneram a memória de Mao-Tsé-Tung ainda hoje;
- Na Coreia do Norte o Kim Jong-Il está nas boas graças do povo norte-coreano, por mais atoardas que lance aos Estados Unidos e afins.
E nós... acabámos de eleger o nosso ditadorzinho o "maior português de sempre"!
Ora... onde é que isso nos deixa, hein?

Boas ditaduras.
disfunção original de Rodolfo Dias às 17:58

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Este web-log não adopta a real ponta de um chavelho. Basicamente, aqui não se lê nada de jeito. É circular, c...!
Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
28
29
30
31


vasculhar
 
Disfunções mais velhas que a sé de Braga
2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


origem
subscrever feeds
blogs SAPO