24.03.08
Não se preocupem, que a ausência de conteúdo dos últimos dias não tem sido motivada por algum súbito mal-estar ou maleita repentina; o que se tem passado é que, pura e simplesmente, tenho estado de férias.  E, estando de férias, os meus níveis de felicidade sobem. E, por conseguinte, a minha capacidade (e vontade!) de escrever decresce. Porque, aparentemente (e gostava muito de ver esse estudo), escrevemos melhor quando estamos em baixo. E como as minhas férias acabam amanhã (não hoje, vá-se lá saber porquê... mas não sou eu que me estou a queixar, atenção!), o meu nível de felicidade já começou a decrescer; e é ao som de "Shine On You Crazy Diamond (Part II)" dos Pink Floyd que este texto vos vai chegar (só não meto aqui a música porque, sinceramente, não tenho vontade de partilhar. Nhããããã).
Bom... adiante.
No café, hoje, falou-se de chatos. Por minha causa. Apenas porque disse que era chato. E, salta-desenlaca (vá-se lá saber donde veio esta expressão), o ponto veio bater nos outros chatos. Naqueles que estão, e segundo uma certa pessoa, na "pititinha". E isso fez-me lembrar duma anedota (que não disse, na altura, porque o rumo mudou e já ficava fora de contexto), que é algo assim:

"Estava Deus a criar os animais. Andava de volta deles, apontou para um e disse:
-Tu és uma ovelha, e vais para as verdes pastagens.
E lá foi a ovelha. Então, ouviu-se uma voz fininha:
-E eu, Deus, para onde vou?
Deus ignorou-a e passou para o animal seguinte, ao qual disse:
-Tu és um urso polar, e vais para o Polo Norte.
E lá foi o urso. Novamente, voltou-se a ouvir a mesma vozinha:
-E eu, Deus, para onde vou?
Deus suspirou fundo, deu mais uns passos e chegou ao pé de outro animal:
- Tu és um golfinho, e vais para o oceano.
E lá foi o golfinho, e mais uma vez, se ouviu a voz fininha:
-E eu, Deus, para onde vou?
Deus, então, perdeu a paciência e gritou-lhe:
-Epah, tu és um chato! Vai p'ró c...!"1

E pronto, com esta história acabei de reservar a minha ida para o Inferno. Que se lixe. Assim como assim, antes calor que frio.

Ah... e agora já estou na Have a Cigar. Como o tempo voa.

1- A única coisa que sei que é certa aqui é a punch-line; originalmente, os animais eram capazes de não ser bem estes.
disfunção original de Rodolfo Dias às 00:37
 O que é?

LOOOOOOOOOOOOOL Ai é Inferno certo, sim...
daplanicie a 25 de Março de 2008 às 13:55

Twitter button
Este web-log não adopta a real ponta de um chavelho. Basicamente, aqui não se lê nada de jeito. É circular, c...!
Twitter
enviar spam
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22

23
25
26
28
29

30


vasculhar
 
Disfunções mais velhas que a sé de Braga
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Networked Blogs
origem
blogs SAPO