14.03.05
Tenho que fazer um mea-culpa: ando algo afastado do mundo. Quer dizer... vou à faculdade todos os dias, compro o jornal desportivo às segundas, vejo as séries da FOX, mas de resto, não há cá Telejornais para ninguém. Portanto, acabo por não ter tanto material para criticar como gostaria. Ainda assim, saltou-me à vista uma notícia, quer no jornal, quer nos poucos momentos em que vejo televisão séria, sobre um certo padre que colocou um anúncio no Público a dizer que se recusa a dar comunhões a todos aqueles que "usem métodos contraceptivos, que recorram à procriação medicamente assistida ou que, simplesmente, estejam de acordo com a despenalização do aborto".
Ora, pegando no boi pelos cornos, eu acho isto uma autêntica idiotice pegada! Será que o facto da celibatariedade subiu à cabeça deste homem? Em primeiro lugar, em todo o mundo os infectados pelo HIV aumentam, e este padreco (e, por acaso, toda a Igreja) é contra métodos contraceptivos?! Que não podem ter um filho por inseminação artificial, mas, se uma mulher é violada por um bandido qualquer, tem de arcar com o peso (físico e moral... epah, eu não devia ter tentado fazer uma piada com isto) de ter estado no sítio errado, à hora errada?! Há certas alturas em que eu penso que a minha loucura é vasta, mas acho que comparada a este indivíduo, não sei... é que, ainda por cima, se calhar as páginas dum jornal são capazes de não ser o melhor sítio para fazer um anúncio deste calibre, por mais ridículo que seja. Ainda por cima as dos anúncios.
Mas ainda voltando ao tema da contracepção, há uma coisa que me tem andado fermentando na cabeça: afinal, porquê tantas questões à sua volta? Será que a Igreja acha que há pouca gente na Terra? Ou é uma maneira de repopularem o planeta indirectamente, como "pena" (?) de terem produzido belas mortandades como as Cruzadas ou a Igreja do Santo (???) Ofício, conhecida entre os comuns mortais como Inquisição...?
O que vale é que, no final de contas, em casa, mete tudo a camisinha ou toma o comprimidinho, e quando vão à missa, abanam com a cabeça a dizer "Sim, Jorge" (uma private joke) ao Sr. Abade, com uma auréola na cabeça e a dizer que "sexo, só quando a luz vai abaixo ou 'tamos com falta de mão-de-obra infantil (esta última foi muito forçada. Peço desculpa)!" Enfim, é como diz o outro (já agora: quem é 'o Outro'?): "Deus é que sabe!"

Boas comunhões.
disfunção original de Rodolfo Dias às 22:02
 O que é?

Sr. Carlos. Eu sou cristão e não concordo com o que esse padre disse. Aliás o que ele disse é pouco claro no seio da igreja católica. Concordo com o uso do preservativo,não para se fazer sexo com todas e mais algumas rapariagas k aparecem na vida dos gajos.. que é para assim estarem à vontade nessa boémia e futilidade de vida livremente sem arriscar engravidar e apanhar DST's... mas sim usar com a rapariga que se quer e que se deseja pra vida.. são planos que esses casais fazem para não engravidarem pois a altura não é a ideal para terem um filho para posteriormente o terem(planeamento familiar).O padre da minha zona,por exemplo, concorda com o uso do preservativo nesses termos
Tchoko a 20 de Março de 2005 às 23:14

Eu nem vou comentar a isso, visto que eu sou católica.. mas eu não acredito em algumas coisas da realigião.. acho que a Igreja precisa de uma grande renovação.
Mafalda Freire a 20 de Março de 2005 às 22:43

Olá! Sou brasileiro e acabo de (um mês) fazer um blog na terrinha! Espero compreender um pouco sobre o sentimento português através dos blogs vossos e levar um pouco da cultura, política e economia do Brasil! É meio pretensioso mas vou tentar. Visite o meu blog, e se possível, comente! Se lhe agradar é claro! Abraços!
http://antoniofnogueira.blogs.sapo.pt/
Antonio a 20 de Março de 2005 às 20:18

esta tese vem ainda reforçar a minha ropria tese, que é nas igrejas e religiões que assistimos ás maiores hipocrisisas, aos maiores crimes contra os direitos humanos enfim, é nas igrejas que se encontra a maior parte da podridão social
Disfuncional a 20 de Março de 2005 às 14:38

A igreja está muito antiquada.E acho que independentemente de ser crente ou não, há que pensar em segurança para outros e para si próprio...
Tás lá Nettwerk
jokas
S. a 20 de Março de 2005 às 02:23

Pois é, a nossa sociedade em vez de evoluir, a tendência é regredir!!!

Vi a entrevista que referiste, e fiquei ainda mais indignada por ser um padre, relativamente novo!!!

Não sou católica, mas entendo que muitos que o são, não precisam de modelos castradores, mas sim pessoas compreensivas que percebam que, actualmente, a abstinência é uma miragem!!!

Enfim, será que algum dia as relações serão encaradas como simples necessidades básicas e ainda que o vírus do HIV mata mesmo e que não acontece só aos outros? Espero que sim
Disfuncional a 19 de Março de 2005 às 22:10

Visto que eu sou a favor do aborto... -lol- Concordo com o que tu dizes.
~Cris~ a 18 de Março de 2005 às 20:30

Concordo plenamente com tudo o que dizes...de facto, é inconcebível que nos dias que correm a Igreja ainda pense desta frma.
Bjokas e continua
Joana a 18 de Março de 2005 às 19:56

Twitter button
Este web-log não adopta a real ponta de um chavelho. Basicamente, aqui não se lê nada de jeito. É circular, c...!
Twitter
enviar spam
Março 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
30
31


vasculhar
 
Disfunções mais velhas que a sé de Braga
2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Networked Blogs
origem
blogs SAPO