04.12.07
Ontem, no Jornal da Noite da SIC, surgiu a notícia dos nossos cozinheiros que vão até à Alemanha para as Olimpíadas da Culinária, ou algo parecido. Aparentemente, temos1 algumas chances de conseguir umas medalhitas para este cantinho à beira-mar plantado, porque o plantel que lá vai é de boa qualidade (dizem, que eu nem os conheço mais gordos) e é capaz  de conseguir cozinhar alguma coisa que meta os juízes de água na boca.
Não tenho nada contra isso, muito pelo contrário, acho que todas as iniciativas em que Portugal se consiga impor pela positiva são de louvar (isto porque temos tão pouco, actualmente, de que nos orgulhar), mas...
... mas, após ver algumas das coisinhas que os chèfs lusitanos mostraram às câmaras, eu fiquei a pensar em quem teria sido a triste alma penada que se lembrou de inventar a nouvelle cuisine. Porque é isso que vai a concurso.
A nouvelle cuisine... ah, sinceramente, gostava mesmo de saber quem raio é que criou este estilo de cozinhar, em que se procura agradar mais aos olhos do que à barriga, em que se criam coisas bastante artísticas e com formatos interessantes, mas que mais parece que não servem para matar a fome, ou, minimamente, para comer. É que, convenhamos, aquilo não enche a barriga a ninguém! Experimentem lá ir a um restaurante fino, pedir uma dessas coisas de nouvelle cuisine, e vejam lá o que vos trazem. Se for maior do que uma bola de ténis, podem considerar-se por sortudos. Conheço um caso duma família, que se meteu nessa aventura, e que, se não tivessem mandado vir depois uns hambúrgueres, tinham saído de lá com mais fome do que quando para lá foram. E o maus curioso é que, quão menor é a quantidade servida, mais se paga... será que a gente fina não come mais que aquilo? Será que aquela forma vistosa, mas extremamente diminuta, é o que basta a um VIP para subsistir e sobreviver?
A mim não me apanham nessa. Chamem-me saloio, mas prefiro ficar-me com a minha carninha de porco, e com as minhas sopas de grão, e com as minhas migas. Mesmo que não ganhem medalhas. Assim como assim, o raio das medalhas não me mata a fome. E, se calhar, nem aos cozinheiros que vão aos Jogos Olímpicos da Culinária. Mas é só um palpite meu.

Boas medalhas,
NvH - Se cá nevasse...






1- Porque raio será que, sempre que se fala de Portugal, ou duma equipa da qual sejamos adeptos, se generaliza sempre e se fale como se nós fossemos parte integrante dela, mesmo sabendo que eles se tão perfeitamente nas tintas para nós?
disfunção original de Rodolfo Dias às 00:25
 O que é?

LOL Pois eu partilho dessa opinião e não consigo imaginar porque é que a minha nutricionista fica toda enervada quando lhe digo que uma refeição sem um bom cozido de grão, umas migas ou um açorda de bacalhau não é nada de jeito!!
Cumprimentos e bom fim de semana
daplanicie a 15 de Dezembro de 2007 às 12:15

Twitter button
Este web-log não adopta a real ponta de um chavelho. Basicamente, aqui não se lê nada de jeito. É circular, c...!
Twitter
enviar spam
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
15

16
17
18
19
22

24
25
26
27
28
29

30


vasculhar
 
Disfunções mais velhas que a sé de Braga
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Networked Blogs
origem
blogs SAPO