24.02.07
Até estranha um bocado, eu estar postando tanto, nestes últimos dias... mas não me tem faltado os assuntos. E, portanto... cá estamos.
Bom, o que se passa é o seguinte. Numa das minhas inumeras contas de e-mail, acabei de receber o mail que a seguir vou transcrever. Normalmente, apago sem ler, mas o título até despertou a minha curiosidade, por isso, resolvi lê-lo. É em inglês, mas um inglês tosco, e por isso, não traduzo, para não perder o seu "encanto" original. E também porque não tenho pachorra para isso. Que me desculpem os puritanos.
O mail reza então assim:


From: "similar" <otncakrvami@creativenetsolutions.com>
To: xxx
Subject: How are you? My name is Ekaterina.
Date: Sun 25/02/2007 02:46 AM

Hi!

How are you? My name is Ekaterina. I from Russia, city Cheboksary. To me 28 years. I shall tell to you about myself a little.

I corresponded with the man from the your country before. His name Mark. He is from your country. We had a long correspondence and Mark wanted, that I have arrived to him in the your country that I have seen what life there. We have together submitted the statement on reception of the visa in your country! Mark spoke, that will help my in our meeting. I thought, that have met on the Internet the love.

I and Mark made the big plans for the future, but in a flash all has changed. From the moment of submission of the statement for the application of the visa has passed 5 months. For these five months there was for what I least waited. Mark informed, that his former wife has returned to him and lives together with him. Soon they should get married. And now in Mark plans there is no me. I wrote to him some times after that, but Mark have wished me only good luck in the further searches worthy men and have told, that our ways miss. And in October to me there has come the invitation in embassy behind reception of the visa.

In the beginning I wanted to throw out the invitation in embassy. To me it was sad, because my dreams were failed, I have nobody to fly in the your country. But my uncle have dissuaded me from resolute actions and have told, that else there is a chance to find worthy the man and to use the visa to a meeting with him. I well know English and practically I have visa your country. My uncle speaks, that it really solves many problems.

Approximately in 7 days the visa will be ready, and I should go to Moscow behind reception of the visa. I write to you because in my heart there is an empty seat. I do not search rich or poor. I search careful and responsible man which wants to enjoy a life together. Is this person you? I think, that I ask not much. I have told to you a little about my life. I have told not all about myself, but it will be easier to me to write about myself if you will ask questions which interest you. I have told to you my history, and now I shall look forward to hearing from you with impatience. Write to me! I shall send you more photo in the following letter. I wait you answer. Ekaterina.

P.S. I shall answer with pleasure if you write to me on:blonde79d@yandex.rua>


E é isto. Muito cativante, não acham? Eu até acho que, se não tivesse agora mais nada em que pensar, ia já a correr mandar um mail a esta desconhecida russa e esperar que o "clima rolasse", como dizia um amigo meu... e nem sequer me interessava o facto do mail indicado no fim do mail e do inicio não coincidirem, nem terem nada a haver um com o outro... mas é tudo parte da aventura!! Muito fascinante!!

Boas correspondências.

(gostava de saber o que dirá a minha patroa ao ler isto...)
disfunção original de Rodolfo Dias às 23:58
 O que é?

23.02.07


Quem diria que já passaram 20 anos...

A tua voz partiu, mas a tua mensagem ficou.
Que nunca sejas esquecido.

"A morte saiu à rua num dia assim
Naquele lugar sem nome, p'ra qualquer fim
Uma gota rubra sobre a calçada cai
E um rio de sangue dum peito aberto sai

O vento que dá nas canas do canavial
E a foice duma ceifeira de Portugal
E o som da bigorna como um clarim do céu
Vão dizendo em toda a parte «o pintor morreu»

Teu sangue, Pintor, reclama outra morte igual
Só olho por olho e dente por dente vale
À lei assassina à morte que te matou
Teu corpo pertence à terra que te abraçou

Aqui te afirmamos dente por dente assim
Que um dia rirá melhor quem rirá por fim
Na curva da estrada há covas feitas no chão
E em todas florirão rosas duma nação"

Zeca Afonso - A Morte saiu à rua

Cedo, muito cedo, demasiado cedo, amigo Zeca.
disfunção original de Rodolfo Dias às 15:06
 O que é?

22.02.07
Há certas coisas que a mim me deixam triste. Pode parecer incrível, mas é verdade, eu fico triste com algumas coisas. E uma dessas (poucas) coisas é com o futuro.
E porquê?
Porque os indícios não são os mais favoráveis. Fala-se do aquecimento global (que, por acaso, só me deixa mais transtornado por os invernos ficarem mais gelados - um contrasenso, hein?), dos conflitos armados infindáveis e das consequências que daí podem provir... mas, se querem mesmo que seja honesto, não é principalmente isso que me assusta.
"-OK... então o que é?"
É que... o futuro vai estar entregue a indivíduos que hoje andam

assim!

E... como dizem que uma imagem conta mais que mil palavras, eu subscrevo-me.

Bons futuros.
disfunção original de Rodolfo Dias às 11:10
 O que é?

13.02.07
A faculdade é um espelho do mundo, sem sombra de dúvida.
Encontra-se um pouco de tudo, uma amostra do que (infelizmente) se encontra à solta pelas ruas deste país... e hoje queria virar-me um bocado para um certo grupinho que se encontra numa certa escola (EST) dum certo Politécnico duma certa cidade (começa por "s" e acaba em "etúbal"). Sem sombra de dúvida gente estranha...
... gente que acorda cedo e se despacha cedo para chegarem o mais cedo possível à escola e... irem às aulas? Não, nem por sombras! Enfiarem-se nos PC's com internet! Estamos a falar de gente que, basicamente, vive naquela sala. Lá passam as horas, lá comem, lá bebem (águinha, que duvido muito que eles saibam o que é o álcool)... e que fazem essas alminhas penadas? Bom, quando havia a febre do OGame, passavam os dias vibrados naquilo, a fazerem eternos upgrades às suas bases, a atacarem e a serem atacados... mas tudo o que é moda desaparece, por isso, passou-se para a nova: o YouTube! Dias a fio a ver videozinhos parvos feitos por quem não tem mais nada a fazer (safa-se um ou outro...), ou então, como já tive oportunidade de ver, a trazer o portátil de casa e meterem-se a ver Mangas (as BD's japonesas)! Ou ainda... a jogar Magic: The Gathering!! E, quantanto isto se passa, anda a malta à rasca para ir à internet ver coisas que, realmente, precisa, e tem de ficar à espera que Suas Excelências se decidam a, sei lá, ir a uma aula! Parece que esta gente tem urticária à Associação de Estudantes...

Boas navegações.

PS: Deixem lá o Homem-Tanga em paz!
disfunção original de Rodolfo Dias às 00:42
 O que é?

Twitter button
Este web-log não adopta a real ponta de um chavelho. Basicamente, aqui não se lê nada de jeito. É circular, c...!
Twitter
enviar spam
Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21

25
26
27
28


vasculhar
 
Disfunções mais velhas que a sé de Braga
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Networked Blogs
origem
subscrever feeds
blogs SAPO