22.06.05
Para quem conhece (mas será que alguém não conhece essa mítica série?) Blackadder - neste caso, a última série, que passou recentemente na SIC Comédia - , é capaz de perceber porque, para mim, este é o melhor final que já se fez para uma série, qualquer série. E ainda por cima, tendo em conta que é uma série de culto, com Rowan Atkinson (ou Mr. Bean, se for mais fácil) sempre a ironizar e rebaixar os seus companheiros de aventuras.
Este tema vem mesmo a jeito porque não sei se voltarei a escrever aqui. Contra todas as minhas previsões, a minha vida está-se a transformar numa autêntica confusão, e já não basta eu ter exames vitais para o meu futuro prestes, ainda há outros factores - que desculpem, mas não vou enumerar aqui - que cada vez mais me roubam a vontade de escrever. Enfim... pode ser só umas férias deste web-logzito. Mas enfim, cá vos deixo o material que queria mostrar.



(um pequeno enquadramento, para quem não conhece esta série: a acção passa-se durante a I Guerra Mundial. Edmund Blackadder é um capitão do exército inglês, entrincheirado faz tempo e sempre a tentar-se escapulir à guerra e ir para Inglaterra. George Colhurst St. Barleigh é um tenente desmiolado e idiota, enquanto S. (de Sod-Off - Desaparece, em bom lusitano) Baldrick é um soldado raso do mais nojento que pode haver, com planos sorrateiros que nunca resultam. São liderados pelo General Sir Anthony Cecil Hogmanay Melchet, autoritário e que geralmente frustra sempre os planos de Blackadder, que tem um secretário, o Capitão Kevin Darling (Querido, em português), um tipo desprezível e que não vai com a cara de Blackadder. Ora, no último episódio, Darling é enviado para a frente de combate para se juntar aos soldados que vão avançar sobre as posições alemãs)

(...) George: A sério, isto é bravo, esplêndido e nobre!
[Blackadder não reage - longa pausa]

George: Sir?
Blackadder: Sim, Tenente?
George:
Estou... assustado, sir.
Baldrick:
Eu também estou, sir.
George:
Quer dizer, sou o último dos jogadores de botão ao pé-coxinho do Verão dourado de 1914. Não quero morrer... Não estou mesmo nada interesado em morrer, sir.
Blackadder: Como se sente, Darling?
Darling:
Uhm, não muito bem, Blackadder. Esperava passar por todo este espectáculo, voltar ao trabalho no Pratt & Filhos, jogar cricket com os cavalheiros de Croyden, casar com a Doris. Escrevi uma nota no meu diário sobre a guerra a caminho daqui. Diz simplesmente ..."Chatice".
Blackadder:
Bem, bastante.
[Lá fora: "Todos prontos! Preparar baionetas!"]

Blackadder: Vá, toca a mexer.
[à porta, Blackadder vira-se para George]
Blackadder:
Não se esqueça do seu pau, Tenente.
George:
Nunca, sir. Não quereria enfrentar uma metrelhadora sem isto.
[entram todos na trincheira, esperando pela ordem de saída - de repente há silêncio - as metralhadoras calam-se]

Darling: Ouçam... as nossas armas pararam.
George: Não está a pensar...
Baldrick: Talvez a guerra tenha acabado. Talvez seja a paz!
George:
Bem, hurra! Os dirigentes sentaram-se à mesa e tiraram o ferro do fogo!
Darling:
Graças a Deus! Sobrevivemos a isto! A grande guerra... 1914 a 1917.
Darling, George, Baldrick: Hip hip hurra!
Blackadder: Temo que não. As armas pararam porque estamos prestes a atacar. Nem mesmo os nossos generais são loucos o suficiente para bombardear os seus próprios homens. Eles acham muito mais decente deixar os alemães fazê-lo.
George:
Então vamos, de facto, atacar? Isto é, como dizem, "o fim"?
Blackadder: Temo que sim. A não ser que consiga pensar em algo muito depressa.
[uma voz grita "Companhia, um passo à frente!". Todos o fazem]
Baldrick:
Está uma farpa horrível naquela escada, sir. Um tipo pode-se aleijar naquilo.
[outra voz grita: "Preparem-se!" - todos colocam as mãos nas escadas, prontos a subir]
Baldrick:
Eu tenho um plano, sir.
Blackadder: A sério, Baldrick? Um sorrateiro e subtil?
Baldrick: Sim, sir.
Blackadder:
Tão sorrateiro como uma raposa que acabou de ser nomeada Professora da sorrateirice da Universidade de Oxford?
Baldrick:
Sim, sir.
[outro grito: "Ao sinal, a companhia vai avançar!"]
Blackadder: Bem, parece-me que vai ter de esperar. O que quer que fosse, de certeza que era melhor que o meu plano de sair daqui a fingir que era louco. Quer dizer, quem teria dado conta de outro louco por aqui?
[soa um apito - Blackadder olha para Baldrick]

Blackadder:
Boa sorte a todos.
[Blackadder sopra o seu apito, há um coro de vozes em fúria ao mesmo tempo que todos sobem as escadas, ao encontro do fogo das metralhadoras]
[a última imagem da série faz uma passagem pelo campo da batalha, carregado de cadáveres]




Boas batalhas.
disfunção original de Rodolfo Dias às 12:39
 O que é?

15.06.05
Pois é, o que é bom nunca dura. E a minha criatividade foi outra vez pelo cano abaixo. Assim, vou ter de voltar a refugiar-me nos e-mails que recebo e que são, de algum modo, peculiares... assim, hoje temos isto:



LEIS ESTRANHAS SOBRE SEXO AO REDOR DO MUNDO

1º No Líbano, os homens podem legalmente ter relações sexuais com animais, mas têm que ser fêmeas. Relações sexuais com machos são puníveis com a morte.
(Sem comentários)

2º No Bahrain, um médico pode legalmente examinar a genitália feminina, mas ele é proibido de olhar directamente para ela durante o exame. Ele pode apenas olhar através de um espelho.
(Pôr a mão pode, olhar é que já não!)

3º Os muçulmanos não podem olhar para os genitais de um cadáver. Isto também se aplica aos funcionários da funerária... Os órgãos sexuais do defunto devem estar sempre cobertos por um tijolo ou por um pedaço de madeira.
(Um tijolo?)

4º A penalidade para a masturbação na Indonésia é a decapitação.
(De qual cabeça?)

5º Há homens no Guam cujo emprego em tempo integral é viajar pelo país e deflorar virgens, que lhes pagam pelo privilégio de ter sexo pela primeira vez. Razão: pelas leis de Guam, é proibido as virgens casarem-se.
(Agora digam-me: existe emprego melhor no planeta?)

6º Em Hong Kong, uma mulher traída pode legalmente matar o seu marido adúltero, mas deve fazê-lo apenas com as suas mãos. Em contrapartida, a mulher adúltera pode ser morta de qualquer outra maneira pelo marido.
(Mata com machadada!!!!!!!!)

(Não me consegui esquecer do Guam...)

7º A lei autoriza as vendedoras a ficarem de topless em Liverpool, Inglaterra, mas somente em lojas de peixes tropicais.
(É para o comprador mostrar a vara!!!!)

(Será que se tem que fazer prova para este emprego no Guam?)

8º Em Cali, na Colômbia, uma mulher só pode ter relações com seu marido, quando, na primeira vez que isso ocorrer, a sua mãe estiver no quarto para testemunhar o acto.
(Imaginem dar uma queca com a sogra a ver? Credo....!!!!! )

(Ainda continuo pensando no Guam... Como faço para mandar o meu currículo?)

9º Em Santa Cruz, na Bolívia, é ilegal um homem ter relações com uma mulher e a filha dela ao mesmo tempo.
(Mas ficar à espera ao lado da cama já pode!)

(E aquele emprego no Guam ainda é remunerado!)

10º Em Maryland os preservativos podem ser vendidos em máquinas somente em lugares onde são vendidas bebidas alcoólicas para consumo no local.
(Tem que se usar no balcão?)

(Será que o Guam é muito longe daqui?)



Boas leis.
disfunção original de Rodolfo Dias às 01:31
 O que é?

11.06.05
É triste uma pessoa ausentar-se durante dois dias (sim, eu ontem desapareci do mundo, só voltei esta tarde) e deparar-se com notícias como as dos incidentes, ontem em Carcavelos, hoje em Quarteira. Em relação a esses eventos, penso que a primeira parte dum post meu já antigo, intitulado "Justica?" assentaria que nem uma luva ao que penso. Portanto, não me vou repetir. Mas é triste termos de viver dentro do nosso próprio país com medo de meia-dúzia de bandidos (sim, eu sei que ontem eram quinhentos. E então?) que apenas se sentem bem em roubar e agredir ao desbarato. Vingança dos tempos coloniais? Talvez. Mas isso não faz sentido absolutamente nenhum, se quiserem a minha opinião! E, no fundo, nós é que somos parvos, porque, afinal de contas, levamos na pá e damos a outra face, enquanto que, se fosse ao contrário, caía o Carmo e a Trindade sobre a nossa cabeça: para além de aparecer ainda mais gente numa eventual próxima vez, apareciam também as associações e ligas de defesa e o que mais houvesse, a condenar, a repudiar, a protestar... Quem é que protesta agora?
É nestas alturas que penso que, se calhar, o Botas de Elástico de Santa Comba até tinha razão nalgumas coisas que fazia.

Boas revoltas.
disfunção original de Rodolfo Dias às 23:56
 O que é?

04.06.05
Pois, também já fui apanhado nesta malha dos "desafios". Que há de fazer? E eu que gosto taaaaaaanto... Vá, vamos lá.

Tamanho total dos arquivos de música do meu computador?
Sem contar com os CD's que tenho no disco (ooooops... =X), 7,59 GB's. E, acreditem, é pouco.

Último disco que comprei:
Rammstein - Sehnsucht.

Canção que estou a escutar neste momento:
Jesselyn - Omnia (Tech-Trance Mix)

5 Músicas que escuto um montão de vezes ou que têem um significado especial para mim:
- Allure - The Loves We Lost (simplesmente brutal! Ouçam-na ao vivo e vão perceber)
- Tiësto feat. Matt Hales - UR (Junkie XL Remix)
- LSG - Netherworld 2005 (Oliver Prime Remix)
- FB feat. Edun - Who's Knocking? (Ferry Corsten Remix)
- Sérgio Godinho - A Noite Passada (OK, parece estranho aparecer aqui uma música "normal" no meio de tanto trance, mas acreditem, merece. Até me faz chorar e tudo!)

Agora é a parte de lançar o desafio a 5 pessoas que são:
Sim, com a quantidade de leitores que eu tenho, e com um web-log ainda por cima... é um fartote. Mas enfim, vamos lá a ver o que sai à cena. Até vai gente que não tem um post há meses...

- whatta life
- Silent voices echoes in my brain
- John Constantine
- MoonlightWolf
- O Autómato Pensante

Bons desafios.
disfunção original de Rodolfo Dias às 20:37
 O que é?

Twitter button
Este web-log não adopta a real ponta de um chavelho. Basicamente, aqui não se lê nada de jeito. É circular, c...!
Twitter
enviar spam
Junho 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
17
18

19
20
21
23
24
25

26
27
28
29
30


vasculhar
 
Disfunções mais velhas que a sé de Braga
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Networked Blogs
origem
subscrever feeds
blogs SAPO