26.11.06
Quando comecei com estas actividades web-bloguistas, sempre tive um bocado de ambição de, quem sabe, um dia conseguir passar toda esta trapalhada para um suporte físico, o qual se pudesse levar para todo o lado e ser consumido em toda a parte. Era algo que me deixaria um bocado satisfeito (e sempre era um terço daquelas actividades que toda a gente deveria fazer - livro, árvore, filho - completas). No entanto, com o tempo, com a evolução, esse desejo foi-se desvanecendo.
Porquê? Simples. Tendo eu dois olhinhos na cara, sei ver que, apesar de toda a gente me dizer "ah e tal, escreves muito bem, devias de publicar um livro", o que eu escrevo não interessa a ninguém. Com a breca, eu só critico. O meu ofício literário ultimamente (e muito de quando em vez, que agora ando com a cabeça virada para outros interesses...) é desferir bastonadas e mordidelas a tudo o que eu ache patético/deprimente/estúpido/... (e também, geralmente, em poucas quantidades). E, convenhamos, o povo não quer isso. Faltam-me duas características fundamentais para que um livro baseado nestas disfunções tenha sucesso:


  • 1-Não sou gaja - Pois é. Não sou uma mulher, de mentalidade aberta e frontal, com atitude, que se está a cagar para tudo e sem papas na língua. Tem-se visto que são ou princesas, ou gatas, ou o mais, o que deduz logo a filosofia de vida desta malta. Posso tentar não ter papas na língua (e quem me conhece sabe bem que não as tenho...), mas lá está: faltam-me umas medidas simpáticas de 86-60-86 e ter outra coisa entre as pernas.

  • 2-Não falo sobre sexo - Sim, o sexo deve ser precisamente a ÚNICA coisa que eu não abordo aqui. O mais próximo que estive foi quando falei sobre certos actos que se passavam num café que já fechou. O que, se tivermos em conta os temas dos autores dos livros originários de web-logs, é um passo em vão em direcção ao sucesso. Nesses pasquins fala-se de tudo, das aventuras, dos encontros, das noites, até de como se devem fazer certas e determinadas coisas... o que também comprova a teoria de que tudo o que tenha a haver com sexo ou que mencione esse tema, é imediatamente um best-seller. Eu não falo, nem faço menções de falar... e ia ver os meus pensamentos enchendo-se de teias de aranha numa banca esquecida duma livraria escondida e desconhecida..


Por isso, acho melhor ficar quieto. Menos chatices para mim...

Boas publicações.

(é tão bom escrever com dor de cabeça...)
disfunção original de Rodolfo Dias às 22:54
 O que é?

Twitter button
Este web-log não adopta a real ponta de um chavelho. Basicamente, aqui não se lê nada de jeito. É circular, c...!
Twitter
enviar spam
Novembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


vasculhar
 
Disfunções mais velhas que a sé de Braga
2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Networked Blogs
origem
blogs SAPO